segunda-feira, 30 de junho de 2014

Origem inegável

A seleção de futebol de Gana, situado no pobre continente africano, ameaçou boicotar sua participação  na Copa do Mundo de Futebol da Fifa realizada no Brasil caso seu “PRÊMIO” pela medíocre campanha não fosse efetuado em espécie e durante a competição na fase inicial. A Seleção de Futebol de Camarões se negou a viajar para o Brasil e participar da Copa do Mundo de Futebol da Fifa por não estarem de acordo com o “PRÊMIO”. Repetindo o ato ocorrido antes do mesmo evento na Coréia e Japão. Estes desportistas defendem bandeiras africanas.
São mercenários. Com uma mentalidade destas, imaginem se não venderiam um resultado. A maioria deles têm cidadania europeia, jogam em grandes seleções e são milionários.  Jogam por dinheiro e ainda se sentem como se estivessem fazendo um favor defender as cores de um país africano. Falam tanto em racismo mas eles próprios renegam sua origem e fazem questão de ficarem distantes da pobreza africana. Para uma estrela de futebol, os 100 mil dólares oferecidos como “PRÊMIO” não passam de um pingo de álcool numa chapa quente nem nutre sua fome de útero.

Contrastando com os  ganeses que beijaram o dinheiro da premiação EXTRA, os atletas gregos recusaram o pagamento “EXTRA” por chegarem às oitavas e afirmaram em público; “jogamos pela Grécia e queremos ver o povo grego feliz”. ---“Ah!...como seria diferente se portássemos no nosso DNA o altruísmo grego.” 

Nenhum comentário: