sábado, 25 de julho de 2009

A galinha, o porco e o colaborador.




Eis que um padre em uma de suas andanças se encontra no limiar da inanição quando é socorrido por um fiel que lhe oferece uma omelete.
Vejam bem... Na confecção da omelete, a galinha colabora com o ovo que ela pôe e sai cantando alegremente sem se preocupar com o que pode ou não ocorrer com ele. Ela é uma colaboradora involuntária e não está nem aí para o ovo e muito menos para o padre.
Já o porco coopera com a banha e para que a omelete salve a vida do padre, o porco perde a sua. O porco está comprometido com a omelete assim como nós estamos comprometidos com a empresa que nos oferece qualidade de vida e segurança em retribuição ao nosso trabalho, dedicação e esforço. Nós somos os responsáveis pelo seu crescimento e sucesso.
A empresa pela qual nos dedicamos não é uma instituição que necessite de colaborações. Existe uma inter dependência, sem favorecimentos, que sustenta o mútuo respeito e nos faz orgulhar de sermos seus funcionários obedientes a uma hierarquia pré determinada.


Nosso ego não necessita ser polido por isto.

Nenhum comentário: